Aufrufe
vor 4 Jahren

ONELIFE #34 – Brazilian Portuguese

  • Text
  • Jaguar
  • Onelife
  • Rover
  • Land
  • Rover
  • Velar
  • Tecnologia
  • Bonanza
Land Rover steht für höchste Allradkompetenz, umfassenden Komfort und anspruchsvolle Technik. Diesem Geländewagen ist kein Weg zu weit und keine Aufgabe zu schwer – getreu dem Slogan „Above and Beyond“. ONELIFE vermittelt Land Rover-Kunden genau dieses Gefühl von Abenteuer und Freiheit.

A C R I A Ç Ã O D E U

A C R I A Ç Ã O D E U M L E G A D O Cada um dos quatro primeiros Range Rovers representa um capítulo na criação de um clássico moderno. É uma viagem onde se assiste à evolução desde o sofisticado e revolucionário off-road até o SUV de luxo, sem nunca comprometer as suas capacidades fora de estrada da marca CLASSIC L405 L322 P38A VELAR 52

UM LEGADO DURADOURO 1969-1970: VELAR O veículo na origem de tudo. Envolto em sigilo desde o início, este modelo especial pré-produção foi montado e testado com o objetivo de desenvolver um off-road versátil com o nível de conforto normalmente proporcionado por um sedã de alta categoria. Foram montados apenas 26 destes Velar, incrivelmente raros, tornando-os extremamente cobiçados por colecionadores do mundo todo. 1970: RANGE ROVER CLASSIC O original. Lançado originalmente em 1970, na sequência do primeiro modelo de quatro portas em 1981. Os primeiros veículos foram exportados para os EUA em 1987. O modelo se tornou bastante popular e por vários anos dividiu espaço com o modelo que o sucedeu. 1994: RANGE ROVER P38A Com o mesmo nome do edifício onde foi concebido, foi a primeira reformulação radical do Range Rover, 24 anos depois do lançamento do original. O luxo atingiu uma nova dimensão com o P38A ‘Linley’, criado pelo projetista e sobrinho David Linley, sobrinho da rainha da Inglaterra. Seu preço de tabela chegou ao equivalente a quase 125 mil dólares, algo inédito para um todo o terreno até então. 2001: RANGE ROVER L322 A terceira geração de Range Rovers foi comercializada como ‘o expoente máximo de capacidade em qualquer veículo na história automobilística’. Poucos discordaram. Tratou-se de uma reformulação magistral e inquestionavelmente moderna. A carroceria passou a ter uma construção monobloco e a cabine é particularmente inteligente, original e de uma beleza elegante. 2012: RANGE ROVER L405 Outro relançamento. A transição para a estrutura em alumínio proporcionou redução no peso do automóvel equivalente a, pelo menos, quatro ocupantes adultos. Peso menor e rigidez maior transformaram o desempenho, a direção, o refinamento, a economia de combustível e as emissões de poluentes do Range Rover. O Range Rover foi o primeiro SUV de luxo do mundo, e o Velar foi o primeiro Range Rover. Esse nome agora descreve a extraordinária história de 47 anos do Range Rover, desde os primeiros Range Rovers que saíram da fábrica de Solihull no princípio da década de 1970 e também a última aquisição da família Range Rover. Porém, o nome que atualmente celebra o patrimônio da Range Rover foi originalmente destinado a disfarçar a sua importância. A história por trás do nome Velar é curiosa: hoje é difícil de acreditar que a forma genuinamente icônica do Range Rover original pudesse ter sido confundida com qualquer outra coisa. No entanto, quando o primeiro protótipo e os Range Rovers de pré-produção cruzaram os portões de Solihull para testes em estrada antes do lançamento público do veículo em 1970, o mundo ainda não tinha visto nada igual e podia não adivinhar que era um automóvel da Land Rover. Por isso, para manter a surpresa, os primeiros protótipos exibiam o nome Velar na dianteira. O nome foi até mesmo registrado como empresa num subúrbio do sul de Londres para que ‘Velar’, e não ‘Land Rover’, aparecesse na documentação fiscal e de registro dos veículos. O nome significa ‘proteger’ em espanhol e ‘ocultar’ em italiano e originalmente era uma piada inteligente dos engenheiros. Mas com a sua sonoridade suave e a sugestão de ‘velocidade’, é ainda incisivamente adequado e curiosamente apelativo para o Velar veloz e sutil de hoje; um veículo que Gerry McGovern, Diretor de Projeto da Land Rover, descreve como ‘elegante’ e ‘irresistível’ (vide páginas 20-31). Contudo, o lançamento do veículo homônimo de 2017 não assinala de forma alguma o fim da era que testemunhou o lançamento do Range Rover ao mundo. Pelo contrário, o interesse por esses primeiros Range Rovers vem aumentando constantemente à medida que o veículo ganha significado histórico e assume protagonismo próprio na história da Land Rover. Quem desejar um Velar de primeira geração totalmente original para combinar com o seu novo veículo com o mesmo nome, terá que dispor de grandes recursos. Os valores dos Range Rovers clássicos dispararam recentemente, mas foram os primeiros que sofreram a inflação maior. Este caso é muito comum. Com tempo e alguma perspectiva, os colecionadores de automóveis antigos percebem a importância de modelos emblemáticos na história automotiva e batalham para encontrar um em boas condições para juntar à sua coleção, pois gostam de carros que foram referências ou divisores de águas, e o Range Rover original representa as duas coisas. Gostam também dos pioneiros e dos mais raros. Estima-se que só sobreviveram dois dos sete protótipos produzidos e só foram construídos 26 veículos de pré-produção que possivelmente exibiram a insígnia Velar original. Não é fácil encontrar um e, se for o caso, a concorrência talvez 53