Aufrufe
vor 3 Jahren

Jaguar Magazine 03/017 – Brazilian Portuguese

  • Text
  • Jaguar
  • Carro
  • Linha
  • Melhor
  • Anos
  • Corrida
  • Carros
  • Mundo
  • Cidade
  • Nova
Wir geben Gas! In London sorgt Automobiljournalist Guy Bird im brandneuen E-PACE für Aufsehen und zeigt uns ganz nebenbei nahezu unentdeckte Tipps in der britischem Hauptstadt – seiner Heimat. Warum sich der Jaguar XE bestens als Grundlage für den leistungsstärksten Jaguar mit Straßenzulassung aller Zeiten – den XE SV Project 8 – geeignet hat, hat uns David Pook erklärt, Leiter der Special Vehicle Operations bei Jaguar Land Rover. Lesen Sie mehr in der aktuellen Ausgabe THE JAGUAR 03. 

GORILLAZ Jamie Hewlett

GORILLAZ Jamie Hewlett (à esquerda) e Damon Albarn, cofundadores do Gorillaz Numa tarde monótona no início de 2017, o artista Jamie Hewlett está sentado numa sala de reunião entediante na Shaftesbury Avenue, munido de seu laptop e com sorriso inquieto, sua marca registrada. Ele está aqui para revelar o mais novo visual dos personagens que ele criou há quase 20 anos, quando ele e o líder do Blur, Damon Albarn, lançaram o grupo virtual Gorillaz. O retorno deles com seu novo álbum, Humanz (um álbum de festa em tempos tão conturbados), será celebrado com a publicação de uma história de capa colorida na edição de junho da Q, a bíblia da música britânica, para a qual Hewlett criará uma imagem exclusiva. Para quem não conhece, o grupo virtual é formado por ‘2D’ (Stuart Pot) nos vocais, Murdoc Niccalls no baixo, o baterista americano Russel Hobbs e a guitarrista japonesa Noodle (que é obcecada pela Jaguar!), todos com traços de personalidade distintos e histórias incomuns. Conforme Hewlett aperta as teclas de seu Mac, o quarteto parece ter envelhecido durante a ausência de 5 anos, ao contrário da maioria dos personagens de desenho animado. A formação do Gorillaz data de 1997, quando os designers gráficos Hewlett e o músico Albarn se depararam com um impasse criativo e emocional. Hewlett trilhou seus 10 anos anteriores como co-criador da Tank Girl, uma personagem adolescente da história em quadrinhos com um senso anarquista condizente com o período em que a história se passa. No início de sua colaboração com a influente revista Deadline, Hewlett também trabalhou em artes de capa e encarte para bandas de rock, mais especificamente para o The Senseless Things. E Albarn, já entediado de estar atrelado à onda pop britânica e à sua banda Blur, expandia seus gostos musicais se voltando para o cenário underground fértil do hip hop, US eletro, deep soul, dub e world music. Prestes a completar 30 anos, os dois se mudaram juntos para um flat na Westbourne Grove. Lá eles tomaram um porre de MTV, lamentando a natureza industrializada da música oferecida e já tendo um plano em mente para criar uma banda puramente fictícia. Albarn trabalhava na música com colaboradores selecionados e Hewlett desenhava sobre o que ouvia para criar os membros da banda fictícia que ele estava criando. Nas mãos de outros, o projeto Gorillaz talvez não tivesse ido tão longe. Mas para Hewlett e Albarn ele foi libertador. A estreia autointitulada da banda foi em março de 2001 e, assim FOTOGRAFIA: PAL HANSEN / GETTY IMAGES 30 THE JAGUAR

O GORILLAZ ESTAVA DECIDIDO A TRANSPORTAR SEU PÚBLICO PARA UM MUNDO TOTALMENTE NOVO como os quatro Top 40 UK singles e seus respectivos vídeos (liderados pela faixa inovadora Clint Eastwood), o álbum veio recheado de conteúdo visual adicional para download, que confirmou um simples fato: o Gorillaz estava decidido a transportar seu público para um mundo totalmente novo. É claro que os senhores Hewlett e Albarn não foram os primeiros na música a utilizar a animação para alcançar audiência em massa. Essa honra poderia ser facilmente atribuída aos Beatles, que eram os protagonistas de sua própria série animada de TV três anos antes do aclamado filme Yellow Submarine, de 1968. Essa série teve três temporadas e 39 episódios, transportando John, Paul, George e Ringo a lugares que eles tinham visto na vida real (desde a Transilvânia até a África) enquanto lutavam com aflições fictícias (alguém se lembra da “autografite”?) e inimigos verdadeiramente estranhos, inclusive vampiros. Um ano após o lançamento do desenho animado dos Beatles, a audiência dos adolescentes americanos estava presa a um programa de TV dando origem à série The Monkees que se espalhou pelas televisões no país inteiro. Foi a chegada deles aliada ao sucesso dos desenhos animados, como Alvin e Os Esquilos e os Flintstones, que levaram à criação do primeiro conjunto animado virtual em 1967: Os Archies. Como uma versão de banda de garagem do elenco de Scooby Doo, os Archies eram um conjunto formado por músicos de verdade dirigidos por Don Kirshner, a mente prodigiosa que iria ajudar a ascensão dos Monkees. Com seu ouvido aguçado, Kirshner lançou o sucesso do topo das paradas americanas e britânicas dos Archies, Sugar Sugar, com o selo de sua própria produtora no verão de 1969. Se hoje o vídeo Sugar Sugar parece uma produção fantástica do final dos anos 60, então a convergência da cultura jovem que ele representa manteve a sua importância durante as cinco últimas décadas. A ligação entre o sucesso Paranoid Android do Radiohead em 1997 e o clássico Bubblegum pop de Kirshner pode parecer oblíqua, mas o vídeo para o primeiro foi produzido pelo cartunista sueco Magnus Carlsson, o responsável pela série adulta animada de TV Robin, cujo estilo gráfico simplista enfatiza o humor e malestar pós juvenil expresso nas letras de Thom Yorke. O Radiohead não era o único a reforçar a sua estética por meio da animação. O vídeo do sucesso de Daft Punk, One More Time, lançado no ano 2000, emprega animê japonês para refletir o som futurista da faixa. Uma década mais tarde, a dupla francesa criou a trilha sonora para o filme da Disney de 2010 Tron: O Legado, a continuação do clássico de ação da ficção-científica do começo dos anos 80, o que em troca originou o desenvolvimento de seu próprio visual estético. Apesar do alto número de artistas que usaram a animação para espalhar sua mensagem, poucos continuaram firmes como o Gorillaz. Depois de cinco álbuns editados, seus shows são uma coleção fantástica de apresentações ao vivo com animação. E Saturnz Barz (o primeiro single de seu álbum mais recente) empregou a tecnologia imersiva de realidade virtual de 360°. Na verdade, a colisão entre animação, música e tecnologia envolvente criou infinitas possibilidades para artistas do mundo todo. No entanto, como Damon Albarn e Jamie Hewlett já provaram, sem visão e dedicação máxima essas possibilidades desaparecem rapidamente. Phil Alexander é editor-chefe das revistas de música MOJO, Q e Kerrang, bem como apresentador no rádio Planet Rock. RECRUTANDO INOVAÇÃO A Jaguar Land Rover e o Gorillaz começaram a trabalhar juntos há algum tempo para recrutar uma nova geração de engenheiros eletrônicos e softwares de ponta e essa nova classe de talentos está pronta para começar a marcar presença. A última edição do App Gorillaz agora possui uma nova área de recrutamento com um ambiente em 360° situado na garagem da casa da banda virtual, onde os candidatos podem participar de um desafio de duas etapas. A primeira etapa envolve a montagem de um Jaguar I-PACE Concept, enquanto a segunda etapa é mais trabalhosa com foco na quebra do código no formato Alternate Reality Game (ARG). Os mais bem colocados serão selecionados rapidamente no processo de recrutamento. Noodle, a guitarrista da banda e embaixadora da Jaguar Land Rover na Formula E e STEM (ciência, tecnologia, engenharia e matemática), desafia os possíveis recrutas a aceitar o desafio dizendo: “Você é capaz de quebrar o código? Coloque suas habilidades à prova! Talvez você conquiste o trabalho mais IRADO que possa imaginar.” Alex Heslop, Chefe de Engenharia Elétrica da Jaguar Land Rover, acrescenta: “Queremos empregar milhares de novos talentos brilhantes no próximo ano. Esse aplicativo foi uma maneira radical de repensar como atrair os melhores em sistemas de software, sistemas virtuais, desenvolvimento de aplicativos e desempenho gráfico.” Baixe o App Gorillaz agora na iTunes App Store ou no Google Play THE JAGUAR 31